livros-sobre-venda-direta-para-ter-na-sua-cabeceira

Como montar um pet shop: 5 dicas de experts para o seu negócio

A docg traz dicas para te ajudar a iniciar no mundo pet

Você já pensou em como montar um pet shop? O mercado pet vem crescendo ao longo dos anos e encontrado um terreno fértil no país. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), o Brasil é o 3º maior país do mundo em população total de animais de estimação. Quando falamos de mercado, o país está no podium mundial: a Euromonitor International afirmou que o Brasil é o segundo maior mercado de produtos pet no mundo.

 

Mesmo com a pandemia, um levantamento do Instituto Pet Brasil mostrou que o mercado pet cresceu 13,5% no ano de 2020. Se você se interessou por essa área, a docg te dá algumas dicas sobre como montar um pet shop. Confira:

 

  1. como abrir um pet shop

    Estude o negócio de pets shops

Antes de começar qualquer empreendimento, estudar e planejar o seu negócio é essencial. Entenda o seu público-alvo, procure os concorrentes, coloque no papel a missão da empresa, o orçamento disponível e as estratégias de marketing. Crie um plano de negócio estruturado e tente seguí-lo da maneira mais fiel possível. Caso tenha dificuldades, procure um profissional especializado em plano de negócios para te auxiliar. Essa etapa, que por vezes é deixada de lado, vai te ajudar a ter metas claras e estratégias possíveis para fazer o seu negócio acontecer.

  1. Defina os serviços e estratégias

Estabeleça os serviços que serão oferecidos em seu pet shop. Além da venda de produtos, com quais serviços você pretende trabalhar? As opções são diversas: atendimento veterinário, hotel e creche para os bichinhos, spa pet, entre outras. Nessa etapa, é importante entender o seu negócio para manter o “pé no chão” e optar apenas por serviços que você conseguirá atender no momento. Não esqueça que o atendimento é um diferencial importante e a forma como você lidará com os seus clientes contará muito para o sucesso do seu negócio.

  1. Não esqueça das questões burocráticas

A burocracia pode ser a parte mais cansativa do processo, mas não deixa de ser fundamental para que o seu negócio alavanque. O primeiro passo é criar um CNPJ para regularizar o seu pet shop. Depois, verifique as demais questões legais em sua cidade, como alvará de funcionamento, vistoria do corpo de bombeiros e outras licenças da prefeitura. Esses processos podem variar de cidade para cidade, por isso, é importante informar-se muito bem, para começar o negócio com tudo legalizado.

  1. Saiba quais equipamentos são importantes

Equipamentos para banho e tosa, como secador, mesa de tosa, shampoos e produtos de higiene, são imprescindíveis para o bom funcionamento do seu pet shop. Além disso, faça uma lista de tudo o que será necessário para o início das atividades no estabelecimento: computadores com softwares preparados para o seu pet shop, estantes para melhorar a distribuição dos produtos etc. Alguns dos itens essenciais para banho e tosa são:

 

  1. Banheira e mangueira: a banheira precisa ser grande para que esteja apta a receber bichinhos de todos os tamanhos. É importante que ela seja feita de um material fácil de limpar, para facilitar a higienização do local. A mangueira, por sua vez, auxiliará na hora do banho.
  2. Soprador: o soprador retira até 70% da água do pelo do animal após o banho, diminuindo o tempo de secagem.
  3. Secador: os secadores específicos para pet shop costumam ser menos barulhentos e com mais opções de regulagem de temperatura e servem para finalizar a secagem dos bichinhos.
  4. Mesa de tosa: a mesa irá auxiliar no momento da tosa do animal. É importante que seja uma mesa resistente e com regulagem de altura, para facilitar o trabalho. 
  5. Máquina de tosa, lâminas e tesouras: isso vai facilitar a tosa de todos os tipos de pelagem.
  6. Produtos de higiene: pré-shampoo, shampoo, condicionador, perfumes para os pets, toalhas, escovas e produtos de limpeza para higienização do local do banho e dos materiais utilizados.

 

  1. Encontre um fornecedor confiável, com produtos de qualidade

Prezar pela qualidade do seu serviço desde o início é algo de extrema importância. Por isso, na hora de escolher os produtos que irá usar e vender em seu pet shop, opte por fornecedores sérios e confiáveis, que possam te oferecer produtos de qualidade, como a docg, que há 15 anos atua no segmento pet, buscando soluções para trazer mais qualidade de vida para seus clientes.

 

O segmento pet é extenso e a cada dia vem ganhando mais adeptos. Por isso, invista em seu negócio e procure sempre ter um diferencial, para conquistar o seu cliente e fazer o seu nome ser conhecido no mercado.

  1. Seja um franqueado

Uma boa opção, ao invés de abrir o seu próprio pet shop começando do zero, é investir em franquias. O modelo de franquias possui alguns benefícios, como um plano de negócios já pronto e planejamento de custos com maior precisão, o que diminui os riscos financeiros.

 

As franquias oferecem a facilidade de começar com marcas já conceituadas no mercado e que possuem um modelo estruturado, fazendo com que o processo de início e de manutenção do seu negócio sejam mais simples. Conheça mais sobre o modelo de franquias da docg clicando aqui.

Agora que você já sabe quais são os primeiros passos para montar o seu pet shop, não deixe de ler: 4 dicas criativas para atrair clientes para o seu pet shop, Como organizar estoque: Otimização de espaço e organização funcional e Como melhorar meu Pet Shop? Dicas para profissionalizar seu negócio.

Abrir whatsapp
Chama no whats