suplemento para cachorro: entenda o que é e como incluir na dieta do seu pet.

Suplemento para cachorro: Dicas de como incluir na alimentação

Estar atento a dieta do seu pet é um cuidado necessário para que ele viva saudável e por mais tempo. Por esse motivo, incluir suplementos vitamínicos na alimentação de cachorros e outros pets está se tornando tão popular entre os tutores. Se você tem dúvidas de como oferecer suplemento para seu cachorro acompanhe esse artigo até o fim!

suplemento para cachorro: entenda o que é e como incluir na dieta do seu pet.

 

O que é suplemento para cachorro

Assim como os suplementos humanos, os suplementos para cachorro ou outros pets são formulações ricas em micro e macro nutrientes, minerais e vitaminas. Portanto são um complemento nutricional, que auxilia no equilíbrio da alimentação.

Hoje no mercado os suplementos para pets são encontrados em diferentes apresentados, podendo ser em pó, líquidos e em capsulas. Além das apresentações, também existem diferentes categorias de suplementos desenvolvidas para cada necessidade nutricional. Entre elas existem suplementos para cães idosos, suplementos ricos em proteínas e até suplemento para melhorar a aparência do pelo. Todos desenvolvidos a fim de sanar uma deficiência nutricional do pet e promover uma melhor qualidade de vida.

Quer saber mais sobre quais os tipos de suplemento para pet? Leia em nosso blog Já ouviu falar em suplementação para cachorro? Entenda aqui!

 

Por que incluir suplemento na dieta do seu cachorro

Rações são alimentos genéricos desenvolvidos para garantir a nutrição básica dos animais. Por mais que existam rações de altíssima qualidade essa categoria de alimentos é formulada para ser compatível com a necessidade nutricional de uma grande quantidade de pets, portanto uma alimentação somente com ração seca garantirá a nutrição do seu pet mas nunca será 100% compatível com as necessidades nutricionais dele.

Então para uma alimentação completa é necessário a inclusão de outros nutrientes que não se encontram na ração. A inclusão desses nutrientes pode ser feita por meio de comidas naturais ou suplemento para cachorro.

Não existe uma contraindicação na inclusão de suplementos na dieta do seu pet. Entretanto é recomendado que antes de alterar ou incluir algo na alimentação do seu pet, seja feita uma consulta ao médico veterinário. Assim você irá saber qual tipo de suplemento comprar e a dosagem diária correta.

 

Como incluir suplementos na alimentação do meu cachorro

A introdução de suplementos na alimentação do pet deve ser feita com o acompanhamento de um médico veterinário, assim evitando o consumo excessivo de calorias ou problemas metabólicos. Mas a parte pratica é bastante simples, é só necessário acrescentar o suplemento de sua escolha na comida do pet.

Alguns animais podem ser resistentes a essa mudança, e para isso existem alguns truques para ajudar.

 

#1 Misture o suplemento em pó junto ao sache preferido do seu pet

Não tem problema dar aquela enganado no seu pet se for para o bem dele. Misturar o suplemento em pó junto a um produto úmido ajudará na aceitação do pet que com o tempo aceitará o suplemento com mais facilidade. Porém o suplemento não deve ser diluído em água e deve ser consumido na hora da alimentação.

 

#2 Amasse os comprimidos ou abra as capsulas

Alguns pets são bastante resistentes a tomar comprimidos/cápsulas, por isso os suplementos nesse formato são os menos populares. Porém se você comprou suplementos em cápsulas ou só encontrou o suplemento indicado pelo veterinário neste formato, amassar os comprimidos e misturar na ração ou despejar o conteúdo da capsula sobre a ração pode ser uma boa alternativa.

 

#3 Esconda os comprimidos em pedaços de comida

Se você preferir dar o comprimido inteiro para seu pet não tem problema. Esconder os comprimidos/cápsulas dentro de pedaços de comida sólida (um pedaço de fruta por exemplo) pode facilita a ingestão do suplemento. Mas fique atento, alguns pets são espertinhos e podem comer somente a fruta e cuspir o comprimido.

 

#4 Suplementos em formato líquido ou pastoso

Essa apresentação de suplemento é a de mais fácil aceitação. Para incluir na alimentação basta acrescentar a quantidade indicada pelo veterinário em cima da ração seca na hora da refeição. Suplementos líquidos e pastosos podem ser saborizados e aromatizados, o que facilita na aceitação dos pets.

 

Dicas extras

Qual idade ideal para dar suplementos para cachorro

Incluir suplementos na alimentação nos cães desde jovem é o ideal para prevenir problemas de saúde causados por deficiências nutricionais ao decorrer da vida. Entretanto não é recomendo a suplementação para cães filhotes com menos de 1 ano de idade, a menos que exista a recomendação de um médico veterinário.

Existem suplementos específicos para cães idosos, esses ajudam a melhorar a qualidade de vida do pet, manter o funcionamento intestinal e a saúde óssea e da cartilagem.

 

Suplementos genéricos para cachorro

Como falamos acima cada animal possui uma necessidade nutricional e calórica especifica. Entretanto existem suplementos mais genéricos, que podem ser oferecidos para animais de todas as idades, assim complementando a dieta e garantindo maior qualidade vida. No geral esses suplementos são ricos em ômega 3 e vitamina B6, vitamina D3, vitamina E, vitamina K2.

 

Suplemento para os músculos

Existem raças mais ativas que necessitam gastar muito energia ao decorrer do dia, e para esses animais é necessário cuidar da alimentação e garantir que seja consumida bastante proteína para manter os músculos forte e saudáveis, e recompor as calorias gastas. Para isso é recomendado o uso de suplemento para cachorro rico em proteína.

 

Suplemento para gatos

Ao contrario que muitos acreditam os gatos também desenvolvem problemas de saúde ao decorrer da vida, obviamente diferentes dos cães por questões biológicas. Os tutores de gatos já devem ter notado que é habito dessa espécie consumir pouca água, por isso normalmente eles podem desenvolver problemas renais ao decorrer da vida. Para ajudar na hidratação dos gatos é recomendado a inserção de rações úmidas na dieta e utilização de suplemento para gatos, que auxilie na manutenção da saúde dos rins e bexiga.

 

Cuidados com a suplementação

Não existem contraindicações ao incluir suplementos na dieta dos pets, porém a escolha desses suplementos deve ser orientada por um médico veterinário,  para completar o déficit nutricional na alimentação do pet.

Também devesse estar atento ao rótulo das embalagens para não errar a dosagem e não causar mal-estar no animal.

Não é recomendo a suplementação de animais com menos de 1 anos de idade, gestantes e lactantes.

Não deve ser incluído ou injeto em animais domésticos suplementos para equinos, isso pode causar doenças e até morte em animais domésticos.

 

Espero ter esclarecido suas dúvidas sobre suplementação para cães e outros animais. Leia mais artigos como esse em nosso blog:Perfume para cachorro: Respostas e dúvidas frequentes, Como guardar ração e preservar a qualidade nutricional?Qual melhor horário para passear com cachorro: 4 dicas indispensáveis.

Abrir whatsapp
Chama no whats